Guerra em Santana


A guerra foi declarada em Santana. Na cidade tida como o coração do Amapá, segunda do estado, as eleições prometem ser disputadíssimas. Todos os principais protagonistas políticos da cidade estão diretamente envolvidos numa disputa que promete ser emocionante.
Os candidatos são Antonio Nogueira, atual prefeito da cidade, Rosemiro Rocha, ex-prefeito e quase o criador de Santana, Geovani Borges, também ex-prefeito, dono da rádio e senador. Além deles, Sebastião Bala, deputado federal e ex-senador, e mais alguns nanicos jogam a sorte para 5 de outubro. Nas condições atuais, pelo menos quatro tem condições de vitória.
A P2 está fazendo a campanha do candidato petista, atual prefeito, Antonio Nogueira. Fizemos a campanha anterior e acreditamos muito nas chances de vitória. Nogueira, mesmo recebendo a cidade completamente arrebentada (tinha 30 milhões de dívidas, com orçamento de 32...), conseguiu mudar a cidade. Santana tem a melhor educação do Amapá, com escolas bem cuidadas, uniforme de graça (com sapatos, moxilas, cadernos, etc) para todos os estudantes, passe livre e conselhos escolares em todas as escolas. Tem obras sendo feitas em todos os cantos, uma Via Modelo, um Teatro Municipal, o Terminal Pesqueiro do estado, uma nova sede para a Prefeitura, a Casa da Juventude. Ele conseguiu remediar a lixeira pública, botar em dia e reajustar acima da inflação os salários dos servidores. Pena que nem todas as obras ficarão prontas até as eleições...
Os adversários são todos tradicionalmente muito fortes. Tem apoio de gente poderosa. E alguns jogam baixo. Dois deles já foram até presos por acusações de desvios, outro estava inelegível até a pouco.
Deve ser emocionante.

Nenhum comentário: