Balanço

A P2 esteve nas eleições de um bom lado. Somos uma agência, portanto uma empresa, mas não é a lógica de mercado que nos guia. Nosso trabalho tem lado. E isso é algo para orgulhar, pois não se contam as vitórias em metais.

Ajudamos a eleger 27 vereadores. Reelegemos um prefeito. Talvez um balanço modesto em peso social para um país desse tamanho e uma região norte imensa, mas proporcionalmente às campanhas que fizemos, um bom índice.

Perdemos algumas eleições. Poucas, mas significativas, algumas das quais sequer participamos diretamente, mas nosso coração estava lá. Faz parte do jogo.

Esta foi uma eleição marcada pelo bom momento do país. Isso levou a vitória de muitos candidatos considerados de situação. Quem teve máquina esteve incrivelmente mais forte. Acho que, no geral, o Brasil avançou um pouquinho mais, mas não tanto quanto sonhado. Batalhas foram adiadas. E a gente continua por aqui.