Nogueira na ofensiva

A pedido do prefeito de Santana, Antonio Nogueira, a P2 Marketing está produzindo parte das inserções institucionais do Partido dos Trabalhadores no Amapá. As peças estão sendo produzidas conforme orientação do líder petista de retomar a ofensiva política.

Santana praticamente não recebeu nada do Governo do Estado durante 2009 e 2010. O único recurso contabilizado foi uma modesta contribuição ao carnaval. Enquanto isso, Macapá, dirigida pelo prefeito Roberto Góes, recebeu mais de 22 milhões.

Ao mesmo tempo que estrangulam Santana financeiramente, o grupo do governo ataca diariamente Nogueira nos seus jornais. Além disso, há uma ofensiva jurídica contra o mandato do prefeito. As peças devem abordar este cenário.

Ontem, dia 24, o PT decidiu romper politicamente com o governo. Em tendência compõe chapa com o PSB de Camilo Capiberibe.

Nenhum comentário: