Dicas de Campanha Eleitoral: primeira fase (2)

Continuando...

Site: se você vai buscar um voto de opinião, e se a tua região acessa a Internet, é fundamental que você tenha um site. E hora de lançar é essa, depois é mais difícil. Se você puder, o ideal é ter um esquema profissional, que permita atualizações diárias, arrecadação financeira, controle de e-mails, disparador de mensagens, integração com redes sociais, etc. (por sinal, pra vender o peixe, a P2 Marketing faz isso... rsrs). No site você pode pendurar todas as tuas informações e vai ter gente acessando, pode apostar.

No mínimo faça um blog e deixe as informações lá. É gratuito. Gastando pouquinho você pode registrar o seu nome e apontar para um serviço gratuito de armazenamento. Veja aqui e aqui dois exemplos. E, claro, divulgue o teu endereço em todos os momentos...

Férias: lembre-se que nessa época de julho grande parte da população está de férias. Tem muita gente em balneários nos fins de semana. Pra ir firmando o nome, é bacana pensar em visual aí. Mas não exagere, lembre-se que quem vai pra praia quer esquecer problemas e curtir, então nada de muito pesado ou sério. Pipas na praia, daquelas gigantes, é uma boa idéia...

No mais, arme sua turma e firme suas marcas. Monte comitês de campanha, vá segmentando o seu eleitorado. Sempre é bom lembrar, nem todos vão votar em você, então não faça material pra todo mundo, só pro seu público, aquele que você quer atingir.

Os materiais mais importantes de sua campanha devem ser usados na fase seguinte, onde muito mais gente se interessa por eleições. Leve em conta o fato de que as campanhas majoritárias vão definir seu posicionamento do meio de julho até o meio de agosto e isso pode influenciar a sua campanha.

Ou seja, além de fazer campanha, use o tempo pra se preparar para o momento seguinte.

Nenhum comentário: