Israel e Obama


E Israel apronta mais uma. Até os tradicionais jornalões brasileiros chamam de "terrorismo de estado" a lambança feita. Atacaram um navio de ajuda humanitária e mataram criminosamente 9 pessoas.

E agora Obama? Como fica o discurso da paz? Os EUA querem aplicar sanções por causa do "risco" do Irã, e Israel, que já ultrapassou o risco faz tempo e faz de seus ataques uma pratica cotidiana?

Certo fez o Brasil ao buscar o diálogo.

Olha o que diz o Lula: “Aquilo que os americanos não estavam conquistando há 31 anos nós conseguimos em 18 horas de conversa. Nem Obama, nem Bush filho, nem Bush pai, nem Reagan”, afirmou Lula, listando os últimos presidentes dos EUA. “Todo mundo falava mal do Irã, mas nunca tinha sentado para conversar. Eu fui”.

Um comentário:

Alex disse...

Há uma graaaaaande diferença entre um Presidente de VERDADE e uma marionete, por isso se entende tudo.